12 de dez de 2011

Agradecimentos'


"Entregue seu caminho ao Senhor, confia nEle e Ele tudo fará." Salmos 37.5 

Eu não sei contar quantas vezes eu pensei que não fosse consegui, sei que em muitos dias acordei lá pelas 4 ou 5 da manhã mesmo depois de dormir tarde, porque precisava estudar, ler a mesma coisa um tanto de vezes que também não sei contar, essas coisas que todo estudante de verdade passa. O mais importante nesses momentos é que eu fechava os meus olhos e conversava com a única pessoa capaz de me erguer e me esconder em suas próprias mãos, pedia inteligência, sabedoria, discernimento e no final eu CONSEGUI... Com êxito e orgulho. Agora tudo parece tão fácil, parece até que passou tão rápido... rs . Deste modo, não é possível contar quantas vezes eu deveria agradecê-lo meu DEUS!
Sabe, até que mando bem nas palavras, sempre tenho respostas pra tudo na ponta da língua. Mas, quer saber o ÚNICO momento em que eu realmente fico sem palavras..?! Aquele momento nas minhas orações que vou agradecer a Deus pelas bênçãos, proteção, cuidados, oportunidades, pessoas, respostas, conforto, vitórias... Ai sim!  Nunca consegui encontrar as palavras certas, muitas vezes palavras são substituídas por lágrimas que lavam todo o cansaço do dia e curam as minhas feridas causadas por problemas, pessoas ou situações. Lágrimas de gratidão, movidas pelo Espírito Santo que por um momento divino se faz presente de uma maneira mais forte do que já sinto, sussurrando: chore mesmo, se lave das coisas ruins que esse mundo deixa impregnado em você com ou sem o seu consentimento e o que sobrar você entrega ao senhor, mesmo machucado e incompleto, Ele restaura. Não precisa de palavras ele sabe o que vai ao Teu coração.
E por fim, o que acabo dizendo é um simples Obrigado, palavra que canso de dizer no meu dia-a-dia, mas de uma forma diferente, sem formalidade e obrigação mas tirado do fundo da alma.

“Senhor, as lágrimas que rolam no meu rosto são pra dizer o quanto És maravilhoso, é gratidão, receba o meu choro.”
Obrigada pelo meu primeiro ano de faculdade, longe de casa, dos meus pais que desde que nasci estavam sempre ali, decidindo tudo por mim sem que eu me preocupasse com nada e quando sai me deram um livro com as folhas em branco pra ser preenchido com a minha própria história, minhas próprias escolhas e conseqüências das mesmas... Graças ao Senhor eu consigo olhar com um sorriso e brilho nos olhos a introdução dessa história, ainda instruída pelos meus pais - presentes de Deus-, acompanhada de pessoas especiais e principalmente do senhor.
Obrigada Senhor... Hoje e sempre!